Seja bem vindo ao nosso site DS Ponta Delgada - dspontadelgada.tv.

DS Ponta Delgada
Novo Loteamento Calhetas
Vivendas na cidade de Setúbal
Feteiras Villas - Brevemente
Moradias T2 e T4 em Pico da Pedra
Moradias em Quinta do Conde | Sesimbra
Loteamento Calhetas
Moradias em Ponta Delgada
Pague menos mensalmente
Vivendas em Feteiras - S. Miguel Açores
Moradias em Ponta Delgada
NOTÍCIAS
07/06/24 - Crédito Prestações da casa vão descer mais com corte dos juros do BCE: quanto?

As famílias já têm vindo a sentir um ligeiro alívio nas prestações da casa com as recentes descidas da Euribor, que já estava a antecipar aquele que foi o primeiro corte dos juros diretores pelo Banco Central Europeu (BCE) decidido esta quinta-feira, dia 6 de junho. Mas agora há uma questão que se impõe: será que os juros no crédito habitação em Portugal vão descer ainda mais? Tudo depende de como reagir a Euribor à redução dos juros do BCE. Os analistas de mercado antecipam que as taxas Euribor deverão continuar a descer, mas não muito mais no curto prazo. E também consideram improvável que haja impacto positivo imediato na venda de casas. Explicamos porquê. A tão aguardada redução das taxas de juro diretoras pelo BCE foi anunciada na reunião de política monetária realizada esta quinta-feira, dia 6 de junho. Esta decisão do regulador liderado por Christine Lagarde terá impacto nos novos créditos habitação, assim como nos existentes. Mas os especialistas de mercado

05/06/24 - Imobiliária IMT jovem desce para casas que custem mais de 316 mil euros

Os jovens que ponderam comprar casa vão poder contar, em breve, com a isenção do IMT na aquisição da sua primeira habitação. Este benefício fiscal está previsto para casas que custem até 316.772 euros e o Governo quer que entre em vigor até agosto, depois de passar pelo crivo do Parlamento. A verdade é que as habitações que custem mais de 316 mil euros também vão ter um IMT reduzido. Descobre porquê. De acordo com a proposta de lei do Governo de Montenegro, haverá a isenção do Imposto Municipal sobre Transmissões Onerosas de Imóveis (IMT) para os jovens até aos 35 anos (não dependentes) que comprem a sua primeira habitação própria e permanente até ao valor de 316.772 euros. Este é o teto do alívio fiscal definido para 2024, tendo em conta que o limite é definido pelo preço até ao quarto escalão deste imposto. O que o documento também revela é que os imóveis adquiridos por jovens por

24/05/24 - Imobiliária Isenção de IMT e financiamento a 100% para Jovens

Os jovens até aos 35 anos em Portugal vão beneficiar de isenção de pagamento de IMT (Imposto Municipal sobre Transmissões Onerosas de Imóveis) ao comprar casas até o 4.º escalão de IMT, que corresponde a um valor de 316 mil euros1. Além disso, está sendo avaliado um Imposto do Selo Jovem, que também deverá isentar os jovens até aos 35 anos deste pagamento1. Essas medidas visam tornar a compra da primeira casa mais acessível para os jovens, reduzindo os encargos iniciais e incentivando o financiamento bancário. A garantia pública também será implementada para viabilizar o financiamento bancário, permitindo que os jovens se financiem a 100%1. Por exemplo, o IMT de um imóvel de 250 mil euros no Continente aproxima-se dos 7.500 euros, e o imposto do selo é cerca de 2.000 euros1. Essas mudanças são parte das 30 medidas para enfrentar a crise na habitação apresentadas pelo Governo português1. É uma excelente iniciativa para apoiar os jovens na realização do sonho

23/04/24 - Crédito Queda de juros à vista em 2024 mexe com crédito habitação em Portugal

A procura de crédito habitação em Portugal tem sido moldada pelo contexto de elevadas taxas de juro e baixo poder de compra sentido no último ano. As famílias têm vindo a comprar casas a preços mais baixos e a pedir menores montantes nos empréstimos. Mas no arranque de 2024 esta tendência foi interrompida: os dados do relatório trimestral do idealista/crédito habitação revelam que a compra da primeira habitação avançou por um preço 11,3% mais elevado face ao início de 2023. E o montante de crédito habitação contratado subiu 12,7%. Esta recuperação do mercado hipotecário português surge numa altura em que a descida das taxas Euribor está à vista e houve um alívio no cálculo das taxas de esforço. Comprar aquela que é a primeira casa voltou a ser o principal destino de contratação de crédito habitação em Portugal no início de 2024, representando 50,8% do total de escrituras. Esta é a primeira mudança que salta à vista no relatório do idealista crédito/habitação. relativo ao

Site DS Ponta Delgada
Visitas: 50987   Usuários Online: 2
Nosso Whatsapp 913077027
Copyright (c) 2024 - DS Ponta Delgada - Rascunhos de Verão Unipessoal Lda Lic. AMI 14250 | Auspicioustopic Unipessoal Lda, registada no Banco de Portugal, como Intermediário de Crédito Vinculado, nº 3892, verificável em www.bportugal.pt

Seja bem vindo ao nosso site DS Ponta Delgada - dspontadelgada.tv!

Converse conosco pelo Whatsapp!